terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Caminho de mesa (parte II)


Apesar da lindeza dos azulejos que nunca me canso da frisar, acho que ficou muito bem.


E apesar da boa qualidade das fotos, deu um ar alegre à mesa.

Até combina com as almofadas que neste momento andam com estes tons.


 Claro que no dia em que o pus na mesa da cozinha tive que o tirar, porque o furacão que tenho em casa, resolveu subir, esticar o pescoço, abocanhar o tecido e a fruteira só não foi parar ao chão porque a minha estrela mais velha que estava na cozinha no momento, lhe deitou a mão, não conseguindo no entanto, evitar o espalhar da fruta pelo chão.
Resolvi que estava em segurança no meu atelier (gostei do nome) que não é mais do que o antigo quarto da minha estrela mais nova, que está em fase de mudanças e redecoração.

Os bonecos que se vêem hão-de sair este verão, quando pintar as paredes, pois uma delas é verde. Por agora, embora não combinem, ficam, que eu tenho mais que fazer.

E pronto. Foi uma forma de fazer render o assunto, ao dividir em duas partes, pois não faço ideia quando voltarei a publicar alguma coisa.

3 comentários:

carla capricho disse...

Esquece os azulejos e centra-te no caminho de mesa que está lindoooo , parabéns !
beijinhos

O meu pensamento viaja disse...

Maria João, o caminho está lindo e acabei de me inspirar para a minha mesa de cozinha.
Copia o crochê e se precisares de algum esclarecimento, é só dizeres.
Beijinhos

Decorações pra Corações disse...

Gostei do centro de mesa e ficou legal no seu ateliê.
Beijos
Thaís Xavier